Marreta lamenta lesão no joelho sofrida no início da luta contra Jones: "Não pude dar 100%" - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Aqui você fica bem informado!

Post Top Ad

Marreta lamenta lesão no joelho sofrida no início da luta contra Jones: "Não pude dar 100%"

Marreta lamenta lesão no joelho sofrida no início da luta contra Jones: "Não pude dar 100%"

Share This
Getty Images
Thiago Marreta saiu da luta principal do UFC 239, quando perdeu por decisão dividida para Jon Jones, maior do que entrou. A boa atuação no equilibrado duelo, entretanto, não deixou o brasileiro totalmente satisfeito. Apesar de ter gostado do que fez dentro do octógono, o lutador lamentou ter sofrido uma lesão no joelho esquerdo no início do combate.

- No primeiro round, meu joelho saiu do lugar. Não sei muito bem explicar o que aconteceu. Não foi nenhum golpe dele. Eu mesmo pisei. Não sei explicar o que aconteceu. E aí foi isso que vocês puderam ver durante a luta. Me atrapahou um pouco, mas eu tentei fazer tudo que podia nas condições que estava. Deixei tudo lá dentro. A luta estava do jeito que treinamos, estava boa, eu estava enxergando tudo, todos os golpes dele. O joelho atrapalhou meus ataques. Então não foi surpresa. Exatamente o que eu treinei, foi o que aconteceu. Achei que a luta foi bem apertada. Achei até que eu atingi mais ele do que ele me atingiu. Mas não sei. No final estava muito desapontado pelo que aconteceu com meu joelho e não pude dar 100%. Lembro que machuquei muito com meus chutes nas pernas e joelhos dele. Algumas vezes minha mão conectou, mas não chegou a entrar como eu queria. A minha progressão, que a gente treinou tanto, com meu joelho ruim impediu que eu fizesse isso. Toda vez que atacava progredindo, meu joelho falhava e duas ou três vezes eu caí tentando atacar por causa do meu joelho - declarou, na coletiva de imprensa do evento.

Questionado sobre o fato de ter feito cinco rounds de trocação, sem Jones tentar derrubá-lo durante o confronto, Marreta declarou que suas fintas foram as responsáveis pelo americano não ter se arriscado em uma entrada de queda.

- Ele não estava seguro de tentar porque eu estava o tempo todo fintando joelho, uppercut, então fintei bastante porque ouvi os córneres dele falarem para aplicar a queda. Fintei muito joelho, minha apresentação dificultou (que ele conseguisse derrubar).

Thiago Marreta arranca o protetor bucal de Jon Jones — Foto: Getty Images
Marreta aprovou sua atuação o que fez contra Jones e foi sincero ao admitir que, com o equilíbrio da luta, não terminou nenhum round convicto de que havia vencido.

- Fiz o que pude nas condições que eu estava. É uma luta. A gente não tem 100% de certeza que vai ganhar, mas estou satisfeito, deixei tudo lá dentro mesmo com o joelho machucado desde o primeiro round. Fiz quatro rounds apenas na base de canhoto, sem me movimentar como me movimento, sem aplicar golpes como aplico. Não choquei o mundo pelas circunstâncias, mas não foi demérito nenhum. Nas condições que eu estava, fiz o que pude e estou satisfeito. A luta foi muito parelha. Não teve um round convincente. Estávamos muito na dúvida. Sempre voltava achando que perdi o round. Na dúvida eu sempre acho que perdi e voltava tentando fazer mais. Nenhum round eu tinha convicção de que tinha ganho.

Apesar do revés, Marreta acredita ter provado que Jones não é invencível e falou que pretende ter uma revanche no futuro.

- Continuo achando o que eu achava antes de lutar com ele. Que ele é um ser humano, um homem como outro qualquer. Sente dor, sangra, acusa os golpes também e acho que não existe ninguém invencível. Tive muitos bons momentos na luta e pude provar que ele não é invencível. Que é possível se fazer isso. O Jones é um talento, um cara muito inteligente, incrível. Tentou controlar a luta o tempo todo. É um grande campeão. Não tenho o que falar. Eu assistia as lutas dele, tenho respeito por ele, é um grande lutador. Não foi o resultado que eu esperava, mas estou feliz pela oportunidade de lutar contra ele e espero encontrá-lo novamente - finalizou.

sportv.globo.com

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad