Advogado da família de empresário morto por Sheik quer imagens de câmera - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Aqui você fica bem informado!

Post Top Ad

Advogado da família de empresário morto por Sheik quer imagens de câmera

Advogado da família de empresário morto por Sheik quer imagens de câmera

Share This

-
Foto: Reprodução/Instagram
Em busca de detalhes do assassinato do empresário William Oliveira, 28, que morreu três dias após ser baleado pelo digital influencer Yuri Santos Abraão, o Iuri Sheik, 31, o advogado da família da vítima quer ter acesso às imagens registradas pelas câmeras da prefeitura de Santo Antônio de Jesus, cidade onde ocorreu o crime.
“As câmeras, segundo o gestor do setor de imagem da prefeitura, ainda não conseguiram ser resgatadas. Mas disseram que responderão ao ofício do delegado (Edilson Magalhães, responsável pelas investigações)”, diz o advogado Gabriel Bonfim afirmou
A prefeitura da cidade informou em nota, após a publicação dessa reportagem, que o HD com as imagens das câmeras de segurança de sua sede, que fica perto do local onde ocorreu o crime, “foi disponibilizado para a Polícia Civil assim que solicitado”. O CORREIO tentou contato com o delegado hoje, sem sucesso. Segundo a Polícia Civil, Sheik confessou o crime nesta quinta-feira (27), durante depoimento.
Gabriel Bonfim informou que ainda não teve acesso ao depoimento, o que deve ocorrer na semana que vem. Segundo ele, estão sendo estudadas os tipos de ações judiciaisque serão tomadas, mas a prioridade no momento é buscar amparo psicológico para as filhas do empresário, uma com 41 dias de vida e as outras com 8 e 10 anos.
A motivação, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), aponta para uma rixa antiga entre os grupos de amigos de William e de Sheik.
Embora tenha confessado a autoria dos disparos, o acusado não deu detalhes sobre como adquiriu a arma. Disse apenas que, após a fuga, a descartou na BR-101. A versão apresentada por Sheik e a origem da arma estão sendo investigadas.
Nesta sexta-feira, o Tribunal de Justiça da Bahia informou que Iuri Sheik responde a um processo na Vara de Relações de Consumo, desde agosto de 2018. A autora da ação, que tem o valor de R$ 3.400, é da empresa de táxi aéreo Henrimar, que não retornou ao contato do CORREIO para comentar o assunto.
A reportagem tentou ainda falar com a defesa de Iuri Sheik. Segundo a assessoria de comunicação do digital influencer, os advogados dele são do escritório Daltro & Grasso Advogados, que, procurado, não respondeu ao contato. (Correio24horas)

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad